Confesso que desta vez eu não consegui se quer entender como funciona o sistema de avaliação do ENEM 2009!!!

Li várias matérias, li as instruções do MEC…Tentei, tentei e tentei, mas não consegui… Até que me veio uma luz!!!

Consegui pegar algumas coisas depois desta luz…hehehe…

  1. Não é quem acerta mais questões que ganha mais pontos, mas sim quem acerta as mais difíceis será mais pontuado. Sendo assim…Você pode acertar 100 questões fáceis, mas se errar as mais difíceis, sua pontuação poderá nem chegar próximo dos 50% de acertos, mesmo tendo acertado mais de 50% da prova que é de 180 questões.
  2. O sistema se chama TRI (Teoria da Resposta do Item) e é utilizado nos EUA e na Europa (será que é bom…porque nem tudo que vem desses lugares é 100%);
  3. O sistema se baseia em estatísticas…Mas será que estatística ou modelos estatísticos que buscam valorar as notas das questões segundo a probabilidade de acerto… é a estatística um método justo de avaliação?
  4. O sistema baseado em TRI é anti-chute e neste sentido é uma beleza…Alguém que chuta se dar bem em cima de quem conhece e se preparou só porque é bom de mira, é dose!!!
  5. O tempo para a prova é muito apertado, dado ao número de questões e o sistema de avaliação que os alunos não estão habituados (acho o objetivo era esse mesmo…hehehe);
  6. O novo ENEM quer saber como você se sai…ou seja, o desempenho individual…Então, será que ele continuará servindo para avaliar o desempenho do Ensino Médio no país? Em 2008 os alunos de  74,3%  (19.354 escolas) das escolas  ficaram com média ABAIXO da média nacional… a coisa tá feia…

Bom…Até aí, quase tudo bem…

Alguns amigos me pediram pra fazer a inscrição no SiSU…mas aí vou contar no próximo post..

Anúncios